Nutrição Esportiva
A escolha correta dos alimentos contribui para a manutenção da saúde, controle do peso e melhora da performance durante a atividade física.

Nosso organismo depende de energia e nutrientes para manter suas funções. Estas necessidades são supridas com a ingestão de carboidratos, proteínas, lipídeos e vitaminas e minerais. A quantidade de cada um destes nutrientes é determinada pelas características individuais como: idade, estado de saúde, composição corporal. Com a prática de atividades físicas estas necessidades são aumentadas, de acordo com o tipo de exercício, duração, freqüência e intensidade.

O consumo inadequado dos nutrientes pode acarretar em um baixo rendimento durante a atividade, diminui a imunidade, aumenta o risco de lesões e de desenvolvimento de osteopenia (diminuição da massa óssea), além de reduzir a massa muscular.



Carboidratos:
  • Principal fonte de energia
  • Diretamente ligado ao desempenho esportivo
Dieta pobre em carboidratos
Diminui o desempenho esportivo
Prejudica o sistema imunológico
Prejudica a manutenção de massa muscular
Diminui a mobilização de gordura para fornecimento de energia
Aumenta a utilização de massa muscular como fonte de energia


Lipídeos:
  • Isolante térmico
  • Proteção de órgãos, tecidos e articulações
  • Reduz o impacto durante o exercício

Dieta rica em lipídeos Dieta pobre em lipídeos
Diminui o rendimento Pode causar falta de algumas vitaminas


Proteínas:
  • Síntese de massa muscular
  • Repara tecido após a atividade
  • Função: estrutural

Dieta rica em proteínas Dieta pobre em proteínas
Sobrecarga do organismo (fígado e rins) Pode causar diminuição da massa muscular
Diminui o fornecimento de energia pelos carboidratos e lipídeos Atenção: vegetarianos que praticam atividade física devem procurar orientação para adequar o consumo protéico
Não determina ganho de massa muscular

As refeições realizadas antes, durante e após o exercício deve ser realizado da forma correta, pois influenciam tanto a atividade física, quanto à recuperação do organismo após o exercício.

Antes Durante Após
Repor as reservas de glicose e evitar a fome durante o treino Aumentar o rendimento e evitar o cansaço Reabastecer as reservas musculares e hepáticas e otimizar a recuperação da massa magra (músculos).


Calor e Hidratação: Durante a atividade física o organismo produz calor, por isso o organismo dissipa este calor através do suor, visando evitar a hipohidratação (diminuição do nível de liquido corporal)


Sintomas de hipohidratação:
  • Diminuição do rendimento esportivo
  • Prejudica a função de regulação térmica
  • Câimbras

Quando a hidratação deve ocorrer?

Antes Durante Após
Inicio da atividade bem hidratado Evita o cansaço e mantém o rendimento Repor a quantidade de água perdida




A nutrição leva em consideração as características pessoas, a atividade física praticada, realizando assim uma dieta balanceada e um plano de hidratação eficaz, visando a manutenção da saúde e melhora do rendimento esportivo

Nutricionista Esportiva Alessandra Coelho - Nutrição Esportiva

 


image

Siga-nos:


Para ganhar este livro, inscreva-se!

Nutricao Esportiva

Email: 
Nome: 




Alimentação e Corrida
A corrida é um esporte competitivo de tempo e distância e requer cuidado em relação à alimentação, a qual representa a chave para o melhor rendimento e desempenho do esportista ou do atleta.
Descubra aqui.





image